Marketing Imobiliário

Marketing Imobiliário: O Que É, Como Fazer e Estratégias [Guia Completo]

Marketing Imobiliário

Introdução

Conteúdo ocultar
Banner Marketing Imobiliário: O Que É, Como Fazer e Estratégias [Guia Completo] - Marketing Imobiliário digital
Marketing Imobiliário: O Que É, Como Fazer e Estratégias [Guia Completo]

Neste exato momento milhares de pessoas estão utilizando os meios digitais para pesquisar imóveis. E se a sua incorporadora ou construtora tiver a resposta? Então as chances de você se tornar uma referência no mercado imobiliário são consideravelmente altas. 

No entanto, isto depende de outro fator fundamental: ter um excelente posicionamento online. 

O Marketing Digital não chegou para substituir o tradicional, mas para atender novas necessidades ao longo do caminho do consumidor. Em tempos de Web 4.0, ele tem um papel fundamental na aproximação da marca com clientes e potenciais clientes. E o interessante é que com ele se tornou mais fácil compreender o mercado. Você é capaz de medir, entender e aplicar os resultados obtidos de forma estratégica. 

E outra boa notícia é que o Marketing Digital Imobiliário também conseguiu reduzir custos em relação ao Marketing Imobiliário Tradicional. Isto dá vez a negócios de todos os portes e até mesmo facilita a entrada e descoberta de novos nichos. 

Se você pretende investir no universo digital, lançar imóveis ou vender estoque pela internet, este conteúdo é exatamente para você. Ao final desta leitura você terá um conhecimento ímpar sobre as principais estratégias de marketing imobiliário.

Banner Marketing Digital Imobiliário: O consumidor está na internet e ponto final. Marketing Imobiliário digital.
Marketing Digital Imobiliário: O consumidor está na internet e ponto final.

Marketing Digital Imobiliário: por onde começar?

Talvez a primeira coisa que você precise se familiarizar é com a definição de Marketing Digital Imobiliário. 

Marketing Digital Imobiliário é um conjunto de ações realizadas para fortalecer a presença online de uma construtora, incorporadora ou imobiliária.  Desta forma você pode:

  • Aumentar as vendas de imóveis
  • Competir com grandes empresas
  • Acompanhar resultados em tempo real
  • Criar e fortalecer laços com clientes 
  • Conhecer detalhes da sua audiência
  • Otimizar custos 
  • Ganhar visibilidade 

Por essas razões o Marketing Digital Imobiliário se tornou a melhor maneira de divulgar um serviço e atrair novos clientes. A partir dele estamos diante de um mundo a ser explorado, delineado por algumas estratégias que têm dado muito certo. Vamos desbravar primeiro as diferenças entre Marketing Digital Imobiliário e Marketing Imobiliário.

O que é Marketing Imobiliário

Para começar, vamos a definição de o que é Marketing, que é o conjunto de técnicas e métodos aplicados ao estudo das necessidades dos mercados e seus principais componentes, como públicos, vendas e produtos para o desenvolvimento das empresas. 

O setor imobiliário é o setor que sempre influenciou o desenvolvimento econômico de um país devido a investimentos e empregos que são altíssimos. Esse setor vem se desenvolvendo bastante nos últimos anos, resultando em uma enorme demanda por imóveis, o que levou ao estabelecimento de muitas construtoras e incorporadoras prontas para atender a essa demanda. 

Para atender a demanda e diferenciar da concorrência as empresas começaram a focar no Marketing Imobiliário. Para começar, vamos a definição de o que é Marketing.

Marketing que é o conjunto de técnicas e métodos aplicados ao estudo das necessidades dos mercados e seus principais componentes, como públicos, vendas e produtos para o desenvolvimento das empresas.

O marketing imobiliário bem-sucedido do investimento imobiliário implica na implementação de idéias estratégicas e inovadoras de marketing para obter vantagem sobre a concorrência, gerar leads e facilitar a conversão desses leads em clientes em potencial (compradores). Como investidor, você precisa saiba como posicionar sua marca no mapa e desenvolver extras e nichos excepcionais no mercado.

No passado as ações de Marketing Imobiliário eram simples. Quem nunca viu um anúncio em jornal, revista de bairro ou até mesmo um “Homem-seta?”

Com as mudanças no comportamento das pessoas, isso mudou drasticamente. Hoje em dia, o processo de compra de um imóvel está praticamente todo na internet, ou seja, as construtoras e incorporadoras começam a ter a necessidade de posicionar sua marca na web e pensarem no marketing digital imobiliário. Bom, vou usar um trecho do meu livro marketing digital imobiliário :

Está mais do que comprovado que o Marketing Digital garante ao mercado imobiliário vendas muito mais rápidas, baratas, precisas, mensuráveis e extremamente eficientes. Meu objetivo com este livro é apenas um: mostrar como isso é possível, por meio de uma estratégia assertiva, sólida e bem fundamentada. 

Após mais de dez anos de atuação com Marketing Digital para o mercado imobiliário, em 2018 observei excelentes resultados em campanhas on-line dos clientes que atendi. Em distintos lançamentos, conseguimos vender 60% do empreendimento no curto período de quatro meses, uma performance extremamente satisfatória. Nas próximas páginas, dedico-me a revelar uma maneira assertiva para que você possa alcançar esse mesmo resultado nos seus próximos lançamentos, fazendo uso das ferramentas certas para o público certo, ou seja, com direcionamento. 

Não falo de nenhuma fórmula mágica do sucesso. Muito pelo contrário. Atingir tal patamar exigiu muitos testes, tentativas e erros. Essa estratégia foi estudada, moldada e validada ao longo de uma década de experiência com nossos clientes, que gentilmente me permitiram compartilhar alguns dos nossos aprendizados juntos. Após tanto tempo em laboratório, escrevo esta obra para provar por A mais B que o acerto vem de um conjunto de ações planejadas que, juntas, geram leads  extremamente qualificados e, principalmente, vendas consistentes de uma forma muito mais direcionada e econômica.

O Marketing Digital é a solução para o mercado imobiliário vender mais pelo menor custo por resultado. Não tenho dúvidas de que qualquer construtora, incorporadora ou imobiliária deve investir na internet, principalmente no Brasil. Sabe por quê? Porque o consumidor está na internet, ponto final. 

Imagem de Livro marketing digital Imobiliário
Pedro Hermano | Livro Marketing Digital Imobiliário

Obs. Se quiser saber mais ou adquirir o livro marketing digital imobiliário em pdf clique aqui.

Marketing Imobiliário Digital Conceito

O conceito de Marketing Digital Imobiliário é simples, é uma das novas formas de marketing em que você pode promover sua marca, produto ou qualquer serviço usando dispositivos digitais.

Assista este vídeo: O que é Marketing Digital Imobiliário e como AUMENTAR VENDAS

Em uma linguagem bem fácil o marketing digital se refere à promoção por canais digitais, como mídias sociais, mecanismos de pesquisa, e-mails, aplicativos para dispositivos móveis, etc. o marketing digital imobiliário se tornou tão popular principalmente porque oferece um rápido ritmo de divulgação e principalmente, ele é mensurável. Vamos no aprofundar nas ferramentas, começando por SEO. 

Banner SEO Imobiliário: Como ele pode ajudar a aumentar visitas e gerar leads qualificados
SEO Imobiliário: Como ele pode ajudar a aumentar visitas e gerar leads qualificados

SEO Imobiliário 

Os dados do Google mostram que 80% dos usuários não passam da primeira página ao fazer uma pesquisa. O que isto significa para a sua marca? Se ela não estiver lá entre as dez primeiras, a chance de ser encontrada cai consideravelmente.

Mas existe algo que você e sua agência de marketing digital imobiliário ou time de marketing podem fazer para melhorar este ranqueamento, ou seja, a posição da sua empresa no Google. E ela se chama Search Engine Optimization (SEO). Traduzindo para nossa língua nativa, significa: Otimização para mecanismos de busca.

SEO imobiliário não consiste apenas em uma ação, mas em uma diversidade de ferramentas, técnicas e estratégias de otimização para sites, blogs e/ou páginas no ambiente digital, nossa grande internet. Essas estratégias buscam o topo do resultado de pesquisa feito no Google, ou seja, visam resultados orgânicos para gerar tráfego em um site ou blog.

A otimização de SEO podem:  

  • Gerar clique e tráfego no site e assim conseguir uma boa taxa de conversão no ambiente online.  
  • Atingir os primeiros resultados de pesquisa nos mecanismos de busca online. 
  • Influenciar diretamente no marketing digital da sua empresa.

Preste atenção neste exemplo que identifica a importância da aplicação de SEO para o mercado imobiliário com o case da Agência 242, especialista em marketing digital imobiliário, que fez com que a construtora Paulo Mauro aumentasse em 227% o número de visitas no site.

Por meio da determinação das personas, palavras-chave e jornadas de compra (caminho para atrair o cliente), conseguimos montar as primeiras pautas do projeto. Para criá-las, levamos em consideração o volume de buscas dos usuários para termos relevantes em relação à marca. Assim, o objetivo técnico de ranquear nos buscadores aliou-se ao de atender à necessidade de público-potencial da empresa.

Com esta ação conseguimos rankear as principais palavras-chaves relacionadas ao negócio de maneira consistente.

Aumento no número de palavras-chave no top 3 - top 10 (primeira página no Google)
Aumento no número de palavras-chave no top 3 – top 10 (primeira página no Google)

Além disso, através das otimizações de SEO, em apenas 60 dias superamos todas as expectativas. Foram 7.500 novos usuários no site mensalmente, aumentando a visibilidade e aumento de 42% das conversões em relação ao período anterior.

Vamos supor que a sua construtora ou incorporadora é nova e ninguém sabe da existência dela, só você. Como conseguir gerar retorno sobre todo seu investimento? Logicamente com vendas. Mas como você vai conseguir vender um produto que ninguém conhece? Vai vender na antiga do marketing imobiliário? Com panfletos, corretores e campanhas pasteurizadas?

Certo, isso ajuda um pouco, mas ainda não é o ideal para um futuro próspero, não é mesmo? Então olhamos da seguinte forma: quanto mais pessoas encontrarem seu produto, mais vendas ele terá, ou pelo menos, maiores são as chances de vender seus produtos. Isso é fato. 

Assista este vídeo: A importância do SEO para o mercado imobiliário

Consegue enxergar como é importante que seu produto, sua empresa e seus valores organizacionais da empresa estejam sempre em contato com seu consumidor potencial?

Você sabe o que o Google busca? 

Seus esforços com produção de conteúdo e para a construção de um site só serão recompensados se as pessoas chegarem até eles. Existem outros mecanismos de busca, mas vamos focar no Google que é o principal deles por praticamente dominar a quantidade de pesquisas diárias. 

Mas, afinal. O que é preciso levar em conta para ter uma excelente posição das buscas do Google? 

Fatores de rankeamento do Google

Você já ouviu falar e algoritmos do Google? Eles ajudam a definir o que é relevante nos resultados de buscas de forma que possa barrar mecanismos que tentem burlar este sistema. 

Mostrando conteúdos interessantes, o Google consegue manter a relevância para quem faz as buscas. Como este algoritmo muda a todo instante, as técnicas de SEO também precisam ser atualizadas com freqüência. 5 fatores de rankeamento do Google:

Qualidade do conteúdo 

Conteúdos bem escritos com utilização de técnicas de SEO e que apresentam mais chances de sanar dúvidas de quem efetua a pesquisa. Quanto mais completo e de acordo com a proposta feita no título, melhor. Ou seja, explique detalhadamente seu produto, as características do imóvel, da planta, da localização e áreas de lazer, por exemplo.

Segurança 

Leva em conta o quanto o seu site é seguro. Inclusive sites com certificados SSL e HTTPS devem ganhar um impacto positivo, segundo o próprio Google. 

Site responsivo 

Seu site deve ser mobile-friendly, ou seja, preparado para buscas em dispositivos móveis. Desenvolva um site que seja fácil de navegar pelo imóvel pelo celular. 

Velocidade 

O Google considera o tempo de carregamento do seu site para rankeamento. Este fator tem influência em questões de usabilidade onde você deve facilitar a vida de quem navega. Dificilmente isto acontecerá se o seu site demorar muito para carregar. 

Muita gente reclama que sites imobiliários demoram para carregar, pois as imagens são grandes demais. Isso é uma mentira, existem tecnologias que tornam o site leve, rápido e fácil de navegar. 

Exemplo de análise feita pelo Google Page Speed
Exemplo de análise feita pelo Google Page Speed

Para testar o tempo de carregamento do site utilize as ferramentas apropriadas como por exemplo:

Arquitetura do site 

As informações do seu site devem ser claras e distribuídas de forma eficaz. Isto também reflete na usabilidade e ajuda o Google a compreender o que a sua página tem a oferecer. 

Na minha opinião, este é o ponto mais importante, os sites imobiliários devem ser fáceis de navegar e principalmente ter uma arquitetura que facilite a busca dos imóveis e empreendimentos, ou seja, a arquitetura do site é organização dele. Veja este exemplo de o que é a arquitetura de um site:

Exemplo de arquitetura de um site
Exemplo de arquitetura de um site

A melhor maneira de organizar um site imobiliário é dividir os conteúdos de maneira clara, ou seja, colocar os imóveis por tipologia do imóvel, metragem do imóvel, estágio de venda, bairro, assim por diante, veja um exemplo:

Exemplo de arquitetura do site da construtora Paulo Mauro
Exemplo de arquitetura do site da construtora Paulo Mauro


Como funciona a otimização SEO?

Otimização SEO funciona nos mecanismos de busca, através de palavras-chaves, conteúdos internos relevantes e alta taxa de tráfego no site. 

Como falamos antes, os mecanismos de busca como Google ou Bing mantém um sistema de rankeamento de acordo com algoritmos relevantes para o buscador e consumidor. 

De acordo com palavras-chave, os mecanismos de busca mostram as páginas mais relevantes sobre o determinado tema ou assunto digitado no buscador.

Palavras-chave: Quando o consumidor digita uma palavra no mecanismo de busca, aparecem diversas páginas em ordem relevante. Do mais relevante, para o menos relevante. Assim, o site que tiver a maior quantidade de palavras-chave nos seus conteúdos, melhor posicionado na busca ele ficará.

Se você está vendendo imóveis na planta em um determinado bairro, por exemplo, sua palavra chave seria algo como “Imóvel na Planta Vila Teresa”

Conteúdos relevantes: Mas não é apenas por palavras-chaves que os mecanismos de busca em otimização SEO determinam a relevância de uma página e site. Conteúdos relevantes, originais e de alto valor para o buscador são essenciais para ganhar pontos de SEO. Eles são identificados como textos, imagens, títulos e html do site, analisados rigorosamente para identificar o grau de relevância que têm para o consumidor. Ou seja, não é apenas de palavras chaves que se faz um site funcional e com bom rankeamento no Google. 

Percebemos então que, além de uma boa campanha de otimização de SEO Imobiliário, devemos integrar as estratégias entre SEO, marketing de conteúdo e planejamento estratégico a partir das três etapas do funil de vendas. 

Site Imobiliário: Guia para um site Perfeito
Site Imobiliário: Guia para um site Perfeito

Site Imobiliário: Guia para um site perfeito

Sabe por que construtoras e incorporadoras investem no desenvolvimento de sites? Porque ele é um meio importantíssimo de comunicação entre a sua empresa e o seu consumidor e fundamental para gerar leads. É o lugar onde as pessoas podem procurar mais informações sobre imóveis, lançamentos e a até a sua história. Por isso, o desenvolvimento de sites deve ser fluído, prático e feito para o seu consumidor.

Por que investir na criação de sites?

Quantas empresas existem por aí que não têm sites? Como um consumidor, você confiaria nelas? A resposta mais lógica seria um NÃO! Um site, de fácil navegação e um belo design transmitem mais confiança para o seu público. Então, que tal investir na imagem da sua marca no ambiente digital ?

Por favor, fuja de sites prontos para construtoras ou incorporadoras. A criação de sites é essencial para se comunicar e divulgar sua marca ou produto pela internet. Além disso, um site ainda deve cumprir uma função institucional para a sua empresa, criando um portal que facilite a comunicação com os seus clientes e também a sua busca de informações e ele deve ser único. Dessa forma, é essencial que o seu site reflita a essência da sua empresa, conte com uma navegação intuitiva e fácil para qualquer tipo de público que o acesse. 

Um site não deve ser feito simplesmente para que sua empresa tenha um. É necessário muito estudo e preparação para que o seu site consiga transmitir tudo o que você deseja comunicar ao seu público. Ele pode ser o primeiro contato entre o seu produto ou a sua marca com seus consumidores potenciais. Será o seu cartão de visita!

Site Imobiliário
Exemplo de Site Imobiliário

Além disso, um site bem construído pode ajudar a sua empresa a conseguir um melhor ranqueamento nas páginas de busca utilizando o SEO, lembra? O conjunto de técnicas que orientam você a ter um melhor aproveitamento do seu conteúdo, gerando melhores resultados quando o seu cliente efetua alguma busca na internet.

Dessa forma, durante a criação de sites é de grande importância que o seu conteúdo seja bem planejado. 

4 benefícios de ter um site bem desenvolvido

  1. Um site bem feito inspira confiança perante os seus consumidores, já que ele deve apresentar uma unidade visual e manter toda a comunicação institucional da sua empresa homogênea. 
  2. O site bem desenvolvido tem um layout agradável que serve ao propósito de facilitar a sua visualização e manter o seu consumidor navegando por mais tempo.
  3. As informações sobre a sua empresa, o seu produto ou o seu serviço estarão sempre disponíveis e atualizadas, para que o seu público consumidor possa tirar eventuais dúvidas. 
  4. E o principal de todos, um bom site CONVERTE MAIS.

Quais são os diferentes formatos de um site?

Uma pessoa pode acessar o seu site do por meio do seu computador, outra pelo tablet e uma terceira por meio do seu smartphone. E agora? Será que ele está legal em todos estes formatos?

Site Responsivo Imobiliário
Exemplo Site Responsivo Imobiliário

Como hoje os celulares possuem um acesso mais fácil à internet do que notebooks e computadores, principalmente pela sua facilidade de transportá-los, é essencial que a sua empresa pense em uma adaptação que torne o seu site especialmente agradável em sua versão mobile ou responsivo. 

Como é o processo de criação de sites?

Ao se criar um site, deve-se levar em conta toda a sua estrutura, priorizando uma navegação fácil e intuitiva. Depois de construída essa árvore que determina a localização de cada item, é necessário a criação de todo o conteúdo do seu site. Neste momento, uma equipe de web design inicia todo o processo de fazer o layout, levando em consideração as técnicas de UX e UI.

Técnicas de UI, ou User Interface: é determinante para que o seu consumidor tenha mais facilidade ao interagir com o seu site, com caminhos mais simples e de fácil visualização para cada área.

Técnicas de UX, ou User eXperience: é ideal para priorizar a experiência do usuário, gerando sensações que tornem o uso do seu site em algo agradável e leve.

Essa combinação entre um conteúdo interessante e um layout que preza pela experiência e navegação do seu usuário é a chave para um site que performe bem e que transmita a essência da sua empresa.

Quer uma dica? Fuja de templates de sites para construtoras e incorporadoras. 

Site Imobiliário WordPress

Site Imobiliário WordPress

Você sabia que a criação de WordPress corresponde a mais de trinta por cento de sites na web. O WordPress é uma base de criação para páginas, sites e é o mais popular do mundo, por dar ampla praticidade e originalidade no seu projeto web. 

Com o WordPress é possível desenvolver blogs e manter uma frequência de postagem de maneira prática, simples e que se adapta ao design, UX, UI do seu site. Caso precise de projetos mais elaborados, a criação de WordPress é muito bem-vinda também, pois a plataforma se adapta a qualquer design com templates pré estabelecidos, plugin ou efeitos que suas páginas vão precisar. 

No WordPress é possível ter uma atualização de sistemas rotineira, sem tirar do ar sua página. É ainda mais praticidade e ainda mais sofisticação para seu negócio online.

A criação de um site nas propriedades do WordPress precisa de uma equipe especializada para desenvolver páginas funcionais e objetivas, considerando as necessidades da empresa, marca ou produto.

É extremamente necessário pensar em todo o processo de construção do site para atingir às expectativas da sua empresa, marca, produto ou serviço, integrando todas as páginas em uma plataforma só. A criação de WordPress fica responsável por elaborar todas essas páginas e assim unificar tudo em um único projeto.

Os conteúdos são uma parte pós-criação de site e páginas, onde o blog é sustentado e assim sua página tenha relevância para o consumidor. Uma página com relevância e técnicas de SEO ganha pontos no Google e nos mecanismos de busca online. Ou seja, quanto maior valor agregado para o consumidor e o usuário no seu site, página e blog, maior é a sua pontuação nos mecanismos de busca. Assim, quanto maior for a sua pontuação, mais no topo e nas primeiras páginas do Google o site da sua empresa ficará. 

Exatamente por esses fatores é necessário ter um equipe de criação de WordPress para desenvolver um site completo através de copy e design.

Landing Page no Mercado Imobiliário

As landing pages no mercado imobiliários são comuns, é uma página separada do seu site, para converter em leads. Esses leads entram para uma lista de contatos quentes que serão trabalhados pela equipe de vendas. 

Trabalhar com uma estratégia de captação de leads faz com que a sua empresa tenha sempre novos consumidores e possíveis fãs. Uma landing page atrativa e didática é capaz de gerar a ação de preenchimento de cadastro. Com estes dados fornecidos pelo consumidor a sua empresa ou agência digital entrarão em ação para que ele decida pela compra dos seus produtos. Veja este este exemplo:

Landing Page Imobiliário de Alta Conversão
Landing Page Imobiliário de Alta Conversão

A criação de landing page envolve um processo criativo que vai além do design. Existe uma equipe qualificada por trás de cada estratégia para que o cliente receba o máximo de leads qualificados por conta daquela determinada landing page. 

Como funciona a conversão em uma landing page?

Na Agência 242, costumamos desenvolver estratégias de acordo com cada produto, construtora e incorporadora. Cada estratégia exclusiva para determinada situação. Procuramos manter um modelo criativo que gerou grandes resultados para nossos clientes. E neste processo, um sistema de geração de lead em Landing Page, é tão importante quanto bons argumentos na página. 

Para ser eficaz, o interesse pelo preenchimento do formulário deve ser seguido. Despertar o desejo pela compra é um fator sensorial de grandes resultados. E, por último, a ação de preenchimento de formulário é insubstituível por meio de um CTA forte, racional e eficiente.

Exemplo de Landing Page Imobiliário
Exemplo de Landing Page Imobiliário

E aqui vai um pequeno guia para que a sua Langing Page tenha o desempenho esperado!

  • É preciso chamar atenção

Hoje são necessários apenas de 6 segundos para transmitir uma mensagem. Se não chamar atenção suficiente, o consumidor perde o foco e vai dar atenção para outro anúncio ou informação.

No ambiente online, existe uma série de informações que bombardeiam os consumidores. Conseguir chamar a atenção, criativamente, é muito importante para seguir com o processo, até chegar na conversão e preenchimento do formulário. 

Com um bom texto e design, feitos na criação de landing page, o visitante da página pode ter a atenção dele voltada apenas para a página. Sem chamar a atenção do consumidor ele não vai seguir na para a etapa do processo de informações.

  • Incentive o interesse

O consumidor tem a sua atenção, mas e agora? Interesse! A página tem que ser interessante a ponto de manter o visitante nela. Esse é o momento de entregar benefícios reais do seu produto ou serviço. 

Novamente a equipe de criação precisa desenvolver bons argumentos, textuais e visuais, para seguir para a próxima fase da landing page. Sempre manter o foco no consumo e nos benefícios tangíveis da sua empresa.

  • Gere desejo

Você tem a atenção, incentivou o interesse e agora é hora de gerar desejo. Em uma criação de landing page, os argumentos de vendas seguem uma estruturação lógica para guiar o usuário até a conversão. Mas se ela parar na parte de desejo, o processo se encerra quase no fim, e assim perderá um lead potencial. 

Por isso, a página deve despertar o desejo pela compra. Dar destaque ainda maior no benefícios real de consumir seus produtos, seus serviços e absorver seus valores de marca na landing page com ainda mais foco na conversão. Despertar o desejo é uma tarefa difícil, mas não impossível.

  • Converta em ação

 Depois desse caminho, o preenchimento do formulário é quase certo. Seus argumentos aqui são para incentivar a ação. Após despertar o desejo de compra, é necessário concluir a ação, se não o lead quente se perde. Um formulário atrativo, com informações forte de conversão, são estipulados na criação de landing page, atendendo a conversão.

Conteúdo sobre Inbound Marketing Imobiliário.
Inbound Marketing Imobiliário.

Inbound Marketing 

O Inbound Marketing é um modo utilizado dentro do Marketing Digital Imobiliário para atrair mais clientes utilizando conteúdos qualificados e relevantes. Este conceito se baseia na atração de novos usuários para suas redes sociais, site, blogs e e-mail marketing. Ao serem conquistadas por estes materiais, estas pessoas podem se tornar seus clientes. 

Vamos conhecer um pouco mais sobre o Inbound Marketing? Então preste atenção nestas duas terminologias que serão muito faladas na sua estratégia: persona e funil de vendas. 

Persona

Também conhecida como Buyer Persona, nada mais é do que um perfil do seu cliente ideal.

Ele é fictício, mas construído a partir de dados reais. Esta é uma etapa fundamental para que a sua estratégia de Inbound Marketing consiga resultados relevantes. 

Através da pesquisa e estudo de características demográficas e principalmente comportamentais, é possível desenvolver um material rico que chame atenção deste perfil. 

Vale lembrar que a persona é diferente de público-alvo porque utiliza dados mais detalhados e personalizados. 

Exemplo de Persona

Débora Silva, 34 anos, consultora de vendas em uma multinacional em Curitiba. Gosta de passar tempo com a família e participa de um grupo de corrida. Apesar de ser bem-sucedida na carreira, sente por não ter um curso superior. Isto abriria portas para uma promoção e aumento de salário. 

Uma das suas metas é comprar um imóvel, mas tem medo de que não consiga um financiamento adequado. Precisaria de um trabalho noturno ou até mesmo a distância. Como necessita arcar com o sustento da família, precisaria de parcelas de até R$650,00.  

Exemplo de público-alvo

Consultores de vendas entre 30 e 40 anos. Trabalham em multinacionais na região de Curitiba, com faixa salarial de até 3 mil reais. 

Você percebeu a diferença? 

Com os detalhes de uma Buyer Persona fica muito mais fácil compreender as dificuldades dessa pessoa para oferecer soluções.  É possível ainda que, de acordo com a sua estratégia, você possa construir mais de uma persona. 

Assista este vídeo: Importância do INBOUND MARKETING para o MERCADO IMOBILIÁRIO

Jornada do cliente

Antes de comprar o seu produto, a sua persona passa por uma jornada que também chamamos de Funil de Vendas. Conhecer as etapas deste processo é importante porque diz muito a respeito do comportamento que os consumidores têm em comum na caminhada até a compra. 

03 estágios do Funil de Vendas

Topo do funil: aqui o seu potencial cliente tem uma dúvida e vai procurar a resposta inserindo uma palavra-chave nos mecanismos de busca na internet. 

Meio de funil: quando o potencial cliente começa a procurar uma solução porque ele já identificou que qual seria o problema.

Fundo de funil: o cliente tem uma ideia completa do problema e o que precisa ser feito. Esta é uma etapa de tomada de decisões entre as opções que ele encontrou. As buscas feitas são de palavras—chave específicas. 

Funil de vendas Imobiliário | Pedro Hermano
Funil de vendas Imobiliário | Pedro Hermano

O diferencial do Inbound Marketing Imobiliário?

No Inbound Marketing não é a incorporadora ou construtora que vai atrás do cliente, mas ele que chega até a marca. Essa é uma das principais diferenças em relação ao Outbound Marketing, estratégia tradicional que trabalha de forma mais invasiva. 

Com um baixo custo e de fácil mensuração, o Inbound Marketing é uma das estratégias mais utilizadas para aumentar o engajamento, as vendas e melhorar a imagem da sua marca perante o seu público consumidor nos meios digitais.  

Inbound Marketing:

  • As pessoas buscam respostas para dúvidas que a sua marca está pronta para responder. Então elas se tornam clientes em potencial – ao qual damos o nome de lead. 
  • Este contato ocorre por meio de materiais ricos como ebooks, blogs, landing pages e e-mail marketing com assuntos voltados para o que o seu público já demonstrou interesse ao navegar pelo seu site ou blog. 

Outbound Marketing:

  • As estratégias mais comuns são as ligações de telemarketing, e-mails marketing padronizados e impessoais, além de mala direta.
  • É a empresa que faz o primeiro contato, mesmo que o cliente não queira.

É importante destacar que o mais indicado é que a sua empresa e a sua agência digital avaliem quais são os objetivos a serem atingidos.

A partir disso, podem ser determinadas quais as ferramentas de cada tipo de marketing melhor se encaixam para atingir as metas da sua marca. 

Por que investir no uso do Inbound Marketing para imóveis?

Por explorar canais que facilitam o encontro entre empresa e consumidor, o Inbound Marketing é muito mais barato em relação às mídias tradicionais, com uma melhor segmentação. Também apresenta dados seguros e confiáveis que facilitam a mensuração e correção de eventuais erros das suas estratégias.

Desafios do Inbound Marketing 

Para colher os benefícios do Inbound Marketing é preciso ter conhecimento da jornada do consumidor. Cada consumidor em potencial (lead) será devidamente nutrido antes de ser convertido e fidelizado. Só então é possível perceber resultados expressivos. 

Neste caminho, o uso de mecanismos de busca, blogs e redes sociais são essenciais para o sucesso da sua estratégia de comunicação em geral, desde que utilizados da maneira correta. 

Por isso, é importante que a sua empresa tenha o conhecimento adequado, ou contrate os serviços de uma agência de marketing digital, para saber lidar com essas ferramentas, além de adquirir e converter os leads.

Planejamento de Inbound Marketing

E agora que você já está familiarizado com as técnicas que podem ser aplicadas no Inbound Marketing Imobiliário, chegamos a um ponto fundamental: o planejamento. 

Um planejamento de Inbound Marketing é essencial para ajudar a construir uma marca forte, facilitar a venda e fidelizar os seus clientes. Esse planejamento é o que guiará a sua empresa para que ela consiga atender as suas metas e também não desperdiçar verba.

Além disso, um planejamento de inbound marketing ainda é recomendado para que a sua empresa conte com um cronograma organizado de tudo o que deverá ser executado. Isso diminui a possibilidade de erros nas ações, além de ser um incentivo para que todas as atividades sejam cumpridas.

Veja mais um case da Agência 242: na estratégia de Inbound Marketing da Construtora Paulo Mauro o e-mail marketing foi uma poderosa ferramenta de nutrição de leads, além de um veículo efetivo para levar os conteúdos. No segmento de construtoras e imobiliárias, as ações de e-mail marketing, quando bem planejadas e executadas de forma estratégica, podem gerar excelentes resultados.

E isso ficou bem claro nas ações da construtora em sua estratégia de marketing, em diversos e-mails de nutrição (que são os e-mails para educar os possíveis clientes e aproximá-los do momento certo da compra), além dos e-mails de relacionamento e engajamento, os resultados obtidos ficaram bem acima da média. Confira:

  • taxa de abertura de 53% (Média do mercado imobiliário é de 15%)
  • taxa de entrega de 99%  (Média do mercado imobiliário é de menos de 90%)
  • taxa de cliques 3%(Média do mercado imobiliário é de menos de 1%)
Exemplo de e-mail para Inbound Marketing
Exemplo de e-mail para Inbound Marketing

Marketing de Conteúdo para o Mercado Imobiliário

Lembra quando comentamos que um dos diferenciais é o uso de conteúdo para atrair consumidores em potencial por meio de materiais ricos? Então chegou o momento de falarmos sobre o Marketing de Conteúdo. 

O que é Marketing de Conteúdo? 

O Marketing de Conteúdo é uma técnica para engajar o seu público. Fazê-lo interagir e se informar sobre o seu mercado, a sua marca ou o seu produto é essencial para cativar o seu futuro consumidor e mantê-lo interessado. 

É necessária a criação de conteúdos que sejam relevantes para o público e que tragam informações valiosas para ajudar a solucionar o problema que fez o seu cliente o encontrar em primeiro lugar. A ideia por detrás do Marketing de Conteúdo é transformar a imagem da sua empresa em uma mais positiva perante o seu consumidor.

Qual é a importância do Marketing de Conteúdo ? 

Divulgar, informar, encantar, convencer e vender. Essas são algumas das funções que tornam o uso do Marketing de Conteúdo tão importante para qualquer empresa. Com esta ferramenta é possível que a sua marca se comunique melhor com o seu público, gerando uma relação mais próxima e afetuosa com o consumidor.

Além disso, o Marketing de Conteúdo também é muito útil para gerar uma base sólida de leads, que, se bem cuidada e gerida, pode resultar em futuros clientes para a sua empresa.

Os leads são uma excelente fonte de possíveis consumidores, já que eles deixaram 

informações de contato para a sua empresa de maneira voluntária. Esse primeiro contato por parte do consumidor vai parecer menos invasivo quando você entrar em contato com o cliente, já que ele espera por isso no futuro.

Os benefícios do Marketing de Conteúdo no Mercado Imobiliário

Além de beneficiar a imagem que o seu público possui da sua empresa, com o Marketing de Conteúdo você pode se tornar uma referência no assunto em questão. Alguém em quem os seus clientes confiam e sabem que podem receber a ajuda e as informações necessárias para os problemas que eles enfrentam.

Mesmo que num primeiro instante o Marketing de Conteúdo não resulte em números de vendas, com ele é possível criar e cativar clientes assíduos e que irão defender e divulgar a sua marca.

Criação de conteúdo adequado 

Na estratégia de Marketing de Conteúdo os conceitos de Persona e Funil de Vendas aparecem lado a lado. Para utilizar da melhor maneira o Marketing de Conteúdo, é preciso conhecer o seu público, e isso é representado pelas personas. Dessa forma, fica muito mais fácil criar conteúdos direcionados, já que você o conhece melhor e sabe exatamente quais são seus desejos e a melhor maneira de ajudar a resolver o seu problema.

Já o Funil de Vendas vai indicar o estágio que o consumidor está e, com base nisto, serão produzidos conteúdos apropriados e relevantes para cada etapa.

Na produção de conteúdo, o Funil de Vendas é utilizado da seguinte forma:

Topo: No começo do funil de vendas, encontram-se os consumidores que ainda nem sabem que possuem um problema e que a sua empresa é a solução ideal. Aqui, deve-se priorizar conteúdos mais genéricos e que exemplificam os problemas que a sua persona possui.

Meio: No meio do funil de vendas, estão os consumidores que já sabem qual o problema que estão enfrentando. Agora, eles precisam de conteúdos mais aprofundados e ricos, que a ajudem a solucionar seus problemas. Aqui também é quando, geralmente, o seu público pode virar um lead em potencial.

Fundo: Aqui o consumidor já compreendeu o problema e conhece a sua marca. Ele está prestes a fechar a compra, já fez comparações com outras empresas do mesmo ramo e está analisando os prós e contras. Aposte em conteúdos que mostrem a sua marca como a melhor opção. 

Vale lembrar que o Marketing de Conteúdo Imobiliário também é uma forma de fidelizar seus clientes. Os conteúdos produzidos alimentam o Blog da construtora ou incorporadora que terá ligação direta com o site da empresa.

Redes Sociais: Escute o consumidor, promova, crie e venda com marketing imobiliário
Redes Sociais: Escute o consumidor, promova, crie e venda.

Marketing Imobiliário nas redes sociais

Um estudo da plataforma Hootsuite mostrou que os brasileiros passam cerca de 3 horas diárias nas redes sociais. Se para o usuário esta é uma boa forma de buscar entretenimento e informação, para as empresas elas representam uma excelente oportunidade para estreitar laços com possíveis consumidores. 

Mas não basta que a marca tenha um perfil nas redes sociais. É preciso ir além com um bom planejamento de presença online.

Por que investir em redes sociais?

De fácil acesso e navegação, nas redes sociais é possível estabelecer um diálogo mais próximo com o seu público, sem ficar preso às fórmulas e linguagem engessada de conteúdos institucionais. Além disso, as redes sociais fazem parte do cotidiano da maioria dos brasileiros. 

Uma empresa que utiliza as redes sociais de maneira adequada torna a imagem da marca mais acessível para o público, como se ela fosse um amigo ou conhecido. Essa aproximação gera maior empatia perante o consumidor, facilitando o engajamento e Brand Awareness. Isto gera um impacto direto na confiança que o consumidor estabelece com a marca. 

Dentro da estratégia de Redes Sociais podemos destacar quatro aspectos fundamentais para que os resultados sejam positivos: monitoramento, gestão, conteúdo e SAC 2.0

Monitoramento. Abordaremos todos estes pontos e claro, como vender imóveis nas redes sociais.

Monitoramento

O monitoramento de redes sociais consiste em acompanhar o que acontece no ambiente online e social. 

Por exemplo: uma construtora pode e deve estar sempre de olho no comportamento de seu público, como no caso de novas taxas de financiamento e suas reações para venda de imóveis.. 

Como funciona o monitoramento de redes sociais?

O Social Media é o profissional capacitado para exercer o monitoramento de redes sociais. Ele é responsável por postagens de conteúdos com aprovação do cliente, análise de comentários e performance dos conteúdos que estão rodando na ferramenta de veiculação da rede social em específico.

O conhecimento por parte do social media sobre as diferentes personas que a marca pode trabalhar é estratégico. A partir disto, o profissional segue para a elaboração do plano tático para monitoramento de redes sociais. 

Por exemplo: o que andam falando da sua construtora nas redes sociais? Qual idade das pessoas mais engajadas nos posts que tenho impulsionado? Qual foi a performance de uma mídia? Será que atingiu mais pessoas sendo um formato padrão estático, ou vídeo? A partir destas pesquisas de monitoramento é possível criar um plano para ser colocado em prática de forma menos complexa e mais eficiente.

Gestão de Redes Sociais

A gestão de redes sociais nada mais é do que a administração dos passos de planejamento, criação de conteúdo, monitoramento e análise dos resultados para avaliação de desempenho. Todo esse procedimento é extremamente importante para o sucesso da sua marca ou do seu produto nas redes sociais.

A gestão de redes sociais inclui ainda uma definição sobre estratégia de como a sua empresa deseja se posicionar nelas. Assim, deve-se decidir se seu objetivo é aumentar seus leads, gerar maior engajamento ou reconhecimento de marca, por exemplo. Este objetivo é o que irá definir suas estratégias e ações, além de como todas as outras etapas posteriores serão desenvolvidas.

Qual é a importância da gestão de redes sociais?

De forma direta, a gestão das redes sociais da sua empresa implica no sucesso ou fracasso de sua utilização. Lembre-se que durante 24h, por meio das redes sociais, a sua empresa pode ser encontrada por antigos e novos clientes, além de abrir um canal de comunicação mais ágil e prático para os próprios consumidores.

Este processo de utilizar as redes sociais como mais um portal de comunicação com os clientes está dentro do que conhecemos como SAC 2.0, já que ele se ancora na utilização de meios digitais para o estabelecimento dessa conexão. Por isso, uma gestão de redes sociais eficiente ainda é responsável por acompanhar e interagir com seus consumidores nos meios digitais, seja no Twitter, Facebook, LinkedIn, Instagram ou YouTube.

Essa interação com os clientes deve ser levada extremamente a sério, uma vez que pode ser o local que ele vai usar para fazer reclamações sobre o seu produto ou serviço. A atenção deve ser redobrada e constante. 

Nesses momentos, também é essencial ter uma equipe qualificada, inclusive para o gerenciamento de crises. A velocidade e o modo como a sua empresa irá interagir com o seu cliente pode determinar se essa experiência será boa ou ruim para o seu consumidor. É a imagem da sua marca que está em jogo. 

Quais os benefícios da gestão de redes sociais?

Uma gestão de redes sociais eficiente é capaz de:

  • Impactar positivamente na imagem da empresa
  • Humanizar a marca
  • Aumentar o conhecimento do público sobre os seus serviços
  • Reverter crises 
  • Promover interação entre os seus clientes
  • Proporcionar uma experiência emocional positiva 
  • Engajar e transformar consumidores em defensores da marca

Por outro lado, as redes sociais também são muito importantes para ajudar a sua empresa a obter mais conhecimento sobre o seu público. Além de contar com uma estratégia e um planejamento muito bem definidos, uma gestão de redes sociais eficiente deve ser responsável por oferecer inúmeras análises e métricas para a sua empresa. 

Quais são as formas de gerenciar as redes sociais?

A forma simples de gerenciar as mídias sociais é utilizar algumas ferramentas disponíveis no mercado, uma vez que elas contam com diferentes funções que facilitam o planejamento e monitoramento para cada rede social utilizada pela sua empresa. Para facilitar esse processo, você pode contar com o conhecimento da sua agência digital, que irá sugerir qual a ferramenta melhor atende as suas necessidades.

Essas ferramentas também fornecem outros números que podem ser analisados e ajudar em todo o seu planejamento de redes sociais. Além disso, uma ferramenta de gerenciamento pode ser usada para auxiliar no seu cronograma de postagens, sendo muito útil para a sua empresa acompanhar o gerenciamento de todas as suas mídias.

A escolha da melhor ferramenta para gerenciamento de redes sociais depende muito das necessidades da sua empresa. É possível encontrar das mais simples às mais completas. 

Conteúdo para Mídias Sociais

De maneira simples, os conteúdos de redes sociais envolvem todos os materiais que serão postados. Por exemplo: um infográfico no Facebook, vídeo no YouTube, um artigo no LinkedIn ou os stories no Instagram.

O conteúdo publicado pela sua empresa em suas redes sociais deve ser cuidadosamente planejado e executado. Uma vez que uma informação é postada ela pode ser rapidamente compartilhada, o que torna a situação delicada em caso de erros. 

Como divulgar imóveis nas redes sociais

Os conteúdos de redes sociais são uma forma de a sua empresa criar um relacionamento mais íntimo e duradouro com o seu público. Por isso, é importante que cada conteúdo converse com seus consumidores, fale a língua deles e realmente interaja com o meio e o mundo onde eles vivem.

Fora estabelecer essa conexão, os conteúdos para redes sociais também são mais uma forma de a sua empresa se comunicar com o seu público e divulgar imóveis nas redes sociais. Por meio de simples posts, é possível demonstrar os imóveis, tomar posições, interagir com o seu público e muito mais. Por isso, os conteúdos de redes sociais são tão importantes e devem ser pensados e planejados com isto em mente.

Cada conteúdo deve se adequar à rede onde ele será postado. Postagens no LinkedIn, por exemplo, apresentam melhor desempenho se tiverem alguma relação com mercado de trabalho. A sua foto de bastidores pode ficar bem com efeitos dos Stories no Instagram, mas talvez não seja a mais apropriada para ser postada no Pinterest. 

Uma das regras mais importantes que sempre deve ser seguida é: conheça seu público e a rede social que está utilizando. Lembre-se que o tipo de conteúdo escolhido precisa conversar com o tom de voz utilizado na rede social. Um post descontraído não combina com uma legenda ou resposta extremamente formal. 

Um dos meus clientes, a Local Upper Class, usa de maneira extremamente eficiente as redes sociais. Além, de mostrar o produto de maneira clara, transformou o Instagram em um poderoso e visual site de vendas.

Exemplo de Instagram Imobiliário em estratégia de marketing digital
Exemplo de Instagram Imobiliário

Como determinar os conteúdos de redes sociais?

Inicialmente, a sua empresa e a sua agência digital devem analisar se os conteúdos idealizados cumprem algum objetivo. Seja ele para informar, encantar seus consumidores ou simplesmente para estabelecer uma conexão emotiva com a sua empresa. Outro fator importante são as características da rede social na qual o material será publicado, pois além de contar com algumas exigências de formatos, cada rede possui um conteúdo que funciona melhor. 

Além disso, outra forma de determinar os conteúdos de redes sociais é se guiar pelas suas interações com o seu público. Assim, é possível que a sua empresa e a sua agência digital analisem os conteúdos que mais possuem reações positivas e seguir esse modelo. 

Isso não significa que a sua empresa deva seguir sempre o mesmo tipo de conteúdo, é claro. Você não só pode como deve variar os formatos: infográficos, vídeos, podcasts, etc. Isso deixa os perfis de suas redes sociais mais diversificados e muito mais interessantes para o seu público.

Veja este exemplo, nas publicações esta imobiliária utiliza carrosséis de imagens para mostrar todas as características do produto:

Como descobrir os melhores formatos de conteúdos para redes sociais?

O formato utilizado também deve ser determinado pelo seu público e o que ele mais costuma consumir nas redes sociais. Assim, é importante que a sua empresa e a sua agência digital pesquisem os hábitos de consumo nas redes dos consumidores e, por meio dessa análise, determinem os melhores formatos para cada tipo de conteúdo.

Como vender imóveis no facebook?

O Facebook é uma das redes mais populares do mundo. Também se tornou um dos principais canais de relacionamento entre marcas e consumidores. O desempenho de postagens orgânicas é um desafio desde que o algoritmo da rede passou a filtrar e mostrar somente aquilo que julga ser relevante com base nas atividades do usuário. 

Por outro lado, o Facebook é a melhor plataforma imobiliária de vendas e geração de Leads. Ao configurar anúncios imobiliários no Facebook, esses anúncios podem ser exibidos no Facebook, Instagram e sites de parceiros do Facebook. O Facebook e o Instagram estão liderando o caminho em termos de usuários ativos diariamente.

70% das pessoas acessam o Facebook todos os dias. E o Instagram rapidamente superou outros líderes de mídia social como Twitter e Pinterest. Encontrou seu lugar como o site de mídia social nº 2 para o engajamento diário.

A principal vantagem dos anúncios imobiliários no Facebook, é que você sabe sobre o seu cliente e pode criar anúncio perfeito para ele e super segmentado. As principais dúvidas sobre este tema, sem dúvida são;

  1. Como vender imóveis no Facebook?
  2. Como fazer anúncios de imóveis no Facebook?
  3. Como anunciar imóveis no Marketplace?
  4. Como fazer um anúncio de venda de imóveis?
  5. O que fazer para vender um imóvel rápido?

Vamos a resposta de cada uma delas:

O Facebook Ads é o serviço de campanhas de marketing digital que o Facebook disponibiliza para que empresas e pessoas realizem anúncios publicitários na plataforma e alcancem resultados mais expressivos. 

O Facebook Ads é parecido com o Google Ads. No entanto, uma das maiores diferenças é a oportunidade de segmentar os anúncios por localidade, faixa-etária, gênero, idiomas e até elementos de interesses do público-alvo. Outro diferencial do Facebook Ads é a possibilidade de promover textos, imagens, links e histórias patrocinadas para quem está conectado à plataforma.

Ao contrário do Google Ads, o Facebook Ads ainda oferece controle do pagamento por anúncio com um menor número de conversões, uma vez que os anúncios são visualizados diretamente no feed de notícias dos usuários, e não pelas laterais, como acontece com a ferramenta do Google. Ou seja: os anúncios criados aparecem “camuflados” às postagens orgânicas, fazendo com que mais pessoas cliquem na propaganda.

Observando o comportamento do usuário dentro do Facebook, é possível estimar quais são as suas preferências de consumo, facilitando as atividades das empresas que anunciam.

Vale lembrar que são milhões de pessoas e empresas que passam o dia navegando pela plataforma, uma das redes sociais mais populares do mundo. O país com o maior número de membros é o Brasil. E o que isso significa? Que existem milhões de possibilidades neste ambiente virtual. 

Por que fazer anúncios no Facebook?

Ainda que muitos tenham a consciência que o meio digital é imprescindível para gerar negócios e fidelizar clientes, não são todas as pessoas que exploraram profundamente a gama de possibilidades que as plataformas online proporcionam.

O Facebook, por exemplo, é um ótimo canal para promover sua construtora ou incorporadora, a fim de que tenham mais visibilidade e alcancem públicos maiores.

Conhecer todas as potencialidades do Facebook Ads e saber como explorá-las por meio de anúncios ajuda a estreitar o relacionamento dos clientes com as empresas, sejam de grande, pequeno ou médio porte. Além de auxiliar de modo mais direto a segmentar os públicos estratégicos de interesse, a tática também atrai clientes potenciais, mesmo que ainda não tenham afinidade com os produtos ou com os serviços oferecidos.

Outro aspecto relevante é a variedade dos formatos de anúncios: promoção de páginas, impulsionamento de posts ou redirecionamento do usuário a canais externos de comunicação da empresa, como sites, blogs ou e-commerces. Por sua grande capacidade de interação, o Facebook Ads ainda pode ser usado para conhecer melhor os clientes ativos e também atrair, de forma assertiva, com abordagens criativas e conteúdos adequados, os consumidores potenciais.

Como saber se as campanhas estão dando resultados? 

Conheça as métricas! Agora que você já sabe o que é Facebook Ads, é importante que conheça também como ele funciona e de que forma pode trazer resultados relevantes para a sua empresa e para o seu negócio. Como saber se as suas campanhas estão atingindo os objetivos e dando resultados efetivos? Conheça agora as métricas que devem ser calculadas e analisadas:

  • Custo Por Ação (CPA): É o custo médio que se paga por cada ação que o usuário realiza nos anúncios. Anúncios relevantes estimulam mais pessoas a interagir com a ação desejada. E quanto mais ações (cliques/interações) existem no anúncio, menor será o custo por ação.
  • Custo Por Clique (CPC): É o quanto, em média, se investe por cada clique realizado no anúncio. O CPC médio é calculado através do custo total do anúncio pelo total de cliques.
  •  Custo por 1.000 impressões (CPM): O custo por mil mostra a média que o anunciante paga para cada mil impressões do seu anúncio. Uma impressão é cada uma das vezes que o Ad é mostrado, havendo interação ou não. Ele pode ser calculado através da fórmula: custo total do ad / (total de impressões/1.000).
  •  Frequência: média de cliques que cada usuário deu no anúncio;
  •  Impressões: quantas vezes o anúncio foi exibido.

Como vender imóveis no Instagram?

Uma das redes com maior interação entre os usuários que curtem e comentam postagens de fotos e vídeos. Já ganhou diversas funcionalidades que, inclusive, estão sendo aproveitadas por grande parte das construtoras e incorporadoras. Com os stories sendo utilizados para postar coisas referentes à rotina, ficou mais fácil manter um feed organizado com a escolha das melhores imagens. 

Com grande apelo da imagem, o Instagram é uma rede social com foco no compartilhamento de fotos e vídeos. App gratuito que pode ser baixado por usuários Android e iOs, o Instagram conta com uma dinâmica muito simples na qual pessoas e marcas seguem umas às outras para acompanhar as suas postagens.

Como em outras redes sociais, no Instagram também é possível interagir com as publicações, através de curtidas e comentários em posts, e ainda por meio da troca de mensagens privadas, os “directs”. Hoje, um dos principais formatos da rede social são as “stories” (histórias), recurso inspirado no Snapchat em que as postagens duram exatamente 24 horas.

O Instagram foi adquirido em 2012 pelo Facebook por US$ 1 bilhão. Desde então, não para de crescer. Segundo dados oficiais, em 2017 o Instagram contava com 800 milhões de usuários ativos, sendo 500 milhões ativos diariamente e 300 milhões de usuários diários do stories.

As estimativas apontam que 200 milhões de usuários interagem diariamente com marcas na plataforma. De acordo com a Mídia Kit, em 2018 a rede social deve atingir 1 bilhão de usuários ativos. O Instagram é uma ferramenta incrível para empresas de todos os tamanhos e tem o poder de ajudá-las a alcançar e engajar os seus públicos-alvo com facilidade.

Explorando o Instagram Ads para imóveis

Agora que você já sabe o que é o Instagram, pode explorar a ferramenta que possibilita a criação e veiculação de anúncios na rede social. A expressão deriva de “Instagram Advertising”, que, em inglês, significa “Publicidade no Instagram”.

Assista este vídeo: Como ANUNCIAR imóveis no INSTAGRAM

É um recurso parecido com o Facebook Ads, além de igualmente eficiente. Através da ferramenta, você será capaz de não só aumentar o tráfego para o seu site, blog ou comércio eletrônico, como também descobrir como ganhar novos seguidores, tornar a visibilidade da sua empresa maior, construir a identidade da sua marca e aumentar suas vendas.

O Instagram Ads possui diversos formatos, desde geração de leads, passando por vídeos, até campanhas focadas em vendas para e-commerce. A rede social disponibiliza também anúncios em formato de stories e o impulsionamento de posts, de forma parecida como ocorre no Facebook.

Exemplo de anúncio de lançamento Imobiliário
Exemplo de anúncio de lançamento Imobiliário

Com o Instagram Ads, o perfil da marca consegue se destacar em meio a outros milhões de empresas, filtrando grupos específicos que podem se tornar futuros consumidores. O Instagram se tornou o local ideal para aumentar o engajamento e, claro, para elevar os lucros.

Quatro razões para anunciar Imóveis no Instagram Ads

  • 1. Mais resultados: O Instagram ajuda as empresas a receberem mais acessos no site e a venderem mais. 
  • 2. Público engajado: As pessoas consomem mais conteúdos na plataforma. 
  • 3. Segmentação precisa: No Instagram podemos especificar localização, dados demográficos, interesses, entre muitos outros dados;
  • 4. Exposição e reconhecimento: De acordo com uma pesquisa feita pela própria rede social, 60% dos usuários afirmaram conhecer e explorar produtos e serviços pelo aplicativo; ao passo que 75% dos usuários também disseram compartilhar com amigos produtos e serviços após vê-los na rede. 

Como anunciar Imóveis no Instagram Ads?

Pode soar estranho, mas os anúncios no Instagram são feitos através do Facebook Ads. Lembra que falamos que o Instagram foi adquirido em 2012 pelo Facebook? Pois é, as duas plataformas pertencem ao mesmo “dono”: Mr. Mark Zuckerberg.

Desta forma, o processo de criação para o Instagram Ads ocorre no Power Editor, parte integrante da estrutura do Facebook para marcas. Por meio do Gerenciador de Anúncios, é possível não apenas criar, como também acompanhar e mensurar uma campanha.

Se você ainda não sabe como criar uma campanha, vamos te ajudar agora com o passo a passo:

  •  Defina os objetivos: defina que resultado espera obter com o anúncio. Existem sete possibilidades: reconhecimento de marca; alcance; tráfego (para aumentar os acessos ao site); instalação de aplicativos; engajamento (curtidas e comentários); visualizações de vídeos; e conversões.
  •  Nomeie a campanha: o nome da campanha não altera em nada a forma como ela é exibida ao público. O ideal é nomeá-las de forma que você consiga otimizar o gerenciamento dos anúncios.
  •  Selecione o público-alvo: gênero, faixa-etária, localização, interesses e comportamento de compra. Defina as características do seu público. Quanto mais detalhes inserir, mais assertiva será a sua campanha.
  •  Planeje o orçamento: defina o quanto está disposto a investir na campanha. Ao estipular o seu teto de gastos, o algoritmo da rede social definirá a melhor forma de distribuir os anúncios dentro do limite apontado.
  •  Selecione o formato do seu anúncio: existem quatro formatos de anúncios: em fotos, vídeos, slideshow e no formato de carrossel. Escolha o que mais se adequa à sua campanha.
  •  Ativando a conta do Instagram: após concluir as etapas anteriores, selecione a conta de Instagram na qual a campanha será vinculada.
  •  Escreva seu texto: é preciso definir o texto do anúncio: o título, a mensagem de copywriting e a “call-to-action” (chamada para ação). Em “mostrar opções avançadas”, o Gerenciador de Anúncios do Facebook oferece sugestões criativas.
  •  Confira a prévia do anúncio: Agora, já é possível visualizar uma prévia de como o anúncio vai aparecer para o público. Se você deseja veicular a sua campanha apenas no Instagram, basta clicar nas demais prévias em “remover”. Por último, é só acionar o botão “criar anúncio”.

O desempenho de anúncios no Instagram Ads é chamado de métricas. É através deles que você consegue mensurar as campanhas; se de fato foram ou não efetivas. O monitoramento é uma parte essencial para o sucesso de qualquer campanha. 

Depois de criar e monitorar os seus anúncios no Instagram Ads, avalie a receptividade deles: analise os resultados em busca de padrões e tendências que possam ser usados a favor da sua marca. A maneira como as pessoas reagem aos seus anúncios pode ajudar você a otimizar os resultados e desenvolver campanhas cada vez melhores no futuro.

Google Ads: Como vende imóveis pelo Google e marketing imobiliário
Google Ads: Como vende imóveis pelo Google

O Google Ads é a plataforma oficial de publicidade do Google. Por meio dela, empresas dos mais variados tamanhos e nichos de atuação pagam ao maior buscador do mundo para promover anúncios e, consequentemente, obterem destaque na internet.

A grande sacada do Google AdWords é a oportunidade de poder alcançar públicos extremamente segmentados, no instante em que as pessoas estão pesquisando no Google por algum serviço ou produto específico. Ou seja: o anunciante investe em propaganda voltada a audiências qualificadas e que interessam diretamente ao seu negócio.  Vamos explorar mais sobre o Tema. 

Entre os principais formatos de anúncios no Google Ads podemos destacar: Rede de Pesquisa e Rede de Display. 

Rede de Pesquisa

A Rede de Pesquisa é composta pelos resultados de busca do Google e de sites parceiros da plataforma. Os anúncios são exibidos em áreas de destaque nos resultados da busca — geralmente, nas quatro primeiras posições — e também para palavras-chave de alta concorrência, também nas três últimas posições.

Ou seja: os anúncios ficam em destaque no início e no fim da Search Engine Results Page (SERP), com uma pequena legenda de “Anúncio”, indicando que se trata de um link patrocinado.

É um formato especialmente útil para alcançar pessoas que buscam por soluções, serviços ou produtos específicos. A grande vantagem deste formato é que o anunciante só paga quando a pessoa clica no link do resultado para acessar o site. Quando bem planejados, esses anúncios têm uma ótima relação entre custo e benefício para empresas e negócios.

Palavras-chave para busca de imóveis no google

Rede de Display

São aqueles exibidos em sites, portais ou páginas de notícias e blogs. Juntos, esses canais formam a chamada “Rede de Display” do Google, uma poderosa teia de conexões que alcança, em todo o mundo, cerca de 90% dos usuários da internet.

Em números consolidados, os anúncios são exibidos em mais de 2 milhões de sites e em aproximadamente 650 mil aplicativos. Os anúncios gráficos contam com opções especiais para segmentação, palavras-chave, informações demográficas e remarketing.

Com essas campanhas, é possível incentivar o cliente a notar seu imóvel de maneira visual, e considerar suas oferta. Veja esta campanha de estoque de um de nossos clientes, uma campanha direta, clara e com foco em venda.

Exemplos de Banners Imobiliários
Exemplos de Banners Imobiliários

Dentro do próprio Google Ads existe um gerador de anúncios para a Rede de Display, que utiliza o conteúdo do próprio site ou Landing Page para gerar os anúncios. 

Há diferentes formas para utilizar este tipo de publicidade:

  • Banner: são os anúncios gráficos. Podem ser imagens, animações, layouts personalizados, elementos interativos e também outras opções;
  • Texto: similar ao banner, no entanto são anúncios em forma de “caixa de texto”, que incluem um título, uma descrição, o nome da empresa e ainda uma URL específica;
  • Gmail: são anúncios personalizados dentro do Gmail que podem ser visualizados diretamente na caixa de entrada dos usuários.
  • Aplicativo: é a publicidade que aparece especificamente em aplicativos para dispositivos móveis, como tablets e smartphones.

Ferramentas do Google Ads para Vender Imóveis

Que tal explorarmos as ferramentas disponíveis para utilizar no Google Ads?  Estamos falando de Remarketing e link patrocinados. 

Remarketing Google

Todo mundo já acessou uma loja online ou algum serviço, pesquisou por vários itens e acabou nem efetuando a compra. Porém, logo após sair do website e acessar um novo conteúdo, com certeza se deparou com banners de anúncios dos mesmos produtos que havia procurado pouco tempo atrás.

Esses anúncios algumas vezes podem até parecer coincidência, mas eles são pensados e desenvolvidos por uma ferramenta conhecida por Remarketing Google Ads.

Essa ferramenta é extremamente útil para empreendedores que desejam investir em Marketing Digital, pois garante que o cliente, mesmo após ter deixado o site, sinta o desejo de retornar e efetuar a compra.

Antes de especificarmos ainda mais, é importante que você entenda a diferença entre Remarketing e Retargeting, pois é comum que as pessoas se sintam confusas com essas palavras. Entretanto, é bem simples do que parece.

É possível realizar o retargeting a partir de outras plataformas, como: AdRoll, FetchBack ou ReTargeter. Em suma, Remarketing é o nome que o Google aplicou para sua própria ferramenta de retargeting. Fácil de entender, né?

Como o Remarketing é útil para a sua estratégia 

Bom, agora vamos entender como o remarketing Google funciona. Em primeiro lugar, essa ferramenta identifica os usuários que acessaram determinado site (que contratou o remarketing) e passa a exibir as propagandas com mais frequência quando eles visitam páginas na web que aceitam anúncios da Rede Display do Google.

Isso acontece quando você acessa anúncios pagos que aparecem no topo da página de resultados de sua busca. Esse simples acesso dá liberdade para que um cookie seja armazenado em seu computador.

Depois disso, o Google irá te identificar e exibir banners desse mesmo site ou de outros que abrem espaço para anúncios.

Campanha display imobiliário
Exemplo de Banner Remarketing Imobiliário

Eles também podem aparecer na página de resultado de busca, conhecida por Rede de Pesquisa, – que pode variar entre: Google Maps, Google Shopping, Google Imagens, entre outros sites parceiros de pesquisa.

Esses anúncios são diretamente pensados para convencer os clientes a obterem determinado produto. Podemos perceber isso logo na definição de remarketing, que é fazer marketing mais de uma vez para a mesma pessoa.

Agora que você já entendeu a definição e as funcionalidades da ferramenta, podemos explorar tranquilamente as formas de fazer remarketing Google Ads, que podem variar entre:

  • Padrão: tem o intuito de oferecer anúncios para pessoas que já visitaram o site que contratou a ferramenta pelo menos uma vez;
  • Lista de remarketing para anúncios de pesquisa: essa forma irá distribuir os anúncios para os visitantes antigos que fizeram alguma pesquisa de nicho recentemente;
  • Dinâmico: essa forma de remarketing permite que os produtos ou serviços visualizados no site pelo visitante apareçam no anúncio, como uma forma elevada de remarketing;
  • Vídeo: é uma excelente opção para os youtubers. Esse tipo de remarketing apresenta determinados anúncios para os inscritos que visitam seus canais;
  • Lista de clientes: essa forma irá carregar listas de informações de contatos que foram fornecidas por clientes. Dessa forma, quando eles acessarem o Google e iniciarem sua sessão, receberão anúncios de diferentes produtos.

Para entender qual é a melhor forma de remarketing para a sua é empresa, muitas construtoras contratam uma agência de marketing digital imobiliário. A função da agência é realizar uma consultoria completa e auxiliar seus clientes para que sigam o caminho certo no marketing online.

A agência também pode realizar o serviço completo de remarketing, tudo isso com o intuito de transformar seus clientes em empreendedores de referência em seus devidos segmentos.

O Google Ads para mercado imobiliário realmente vale a pena?

O Google Ads é uma plataforma espetacular para ser usada em campanhas de links patrocinados. Para uma estratégia de Marketing Digital Imobiliária completa, é muito importante considerar essa ferramenta como canal de aquisição de clientes.

Para você que está começando agora, tenha em mente que esse é um universo enorme. No começo, você pode cometer alguns erros, mas o importante é levar essas derrapadas como aprendizado. Se as campanhas forem bem planejadas e bem executadas, no futuro você perceberá que o Ads será parte fixa da sua estratégia.

Banner Performance Digital Imobiliária em marketing imobiliário
Performance Digital Imobiliária

Performance Digital Imobiliária

Enfim, todas essas ações reunidas representam a expressão performance digital representa os resultados que um investimento retornou para seu anunciante ou empresa que investiu na estratégia. O foco é aumentar a geração de leads, a conversão de vendas e a otimização de investimentos. Fundamental para sobreviver no mercado imobiliário, não é mesmo?

Tendo em vista as estratégias distintas para cada meio, podemos trabalhar a performance digital de diversas maneiras e todas pensando em como o marketing digital impacta na área imobiliária. Desta forma, é possível avaliar os resultados esperados com a expectativa de retorno sobre investimento (ROI) que utilizamos nas ferramentas de compras de mídias digitais.

Se os dados são o futuro da informação, utilizá-los para alinhar todas as estratégias e criar um caminho do consumidor até a compra final, é resultado de uma boa performance.

Métricas do Mercado Imobiliário

Para analisar a performance das ações de Marketing Imobiliário, principalmente digital, é preciso observar algumas métricas como: geração de leads, custo por lead, ROI e taxa de conversão. 

Geração de leads imobiliários

Esta é uma das formas de verificar se as estratégias de Marketing Digital estão trazendo resultados positivos. Leads qualificados representam a base de clientes em potencial. É com eles que o seu time de vendas poderá trabalhar de forma assertiva. 

Custo por lead no mercado imobiliário

Para saber quanto cada lead custa, dívida o valor investido na estratégia pela quantidade de leads gerados no período. Sempre me perguntam a mesma coisa:

“Quanto custa um Lead no mercado imobiliário”

É impossível ter esta resposta. Isso por que cada região, tipo de imóvel ou até mesmo época do ano pode impactar no custo por lead. O importante é acompanhar a evolução da queda e trabalhar com a performance digital para atrair mais leads, por menos. Um exemplo real de trabalho:

Diminuição de Custo Por Lead com estratégia de Marketing imobiliário
Diminuição de Custo Por Lead

ROI

Esta é a métrica do retorno sobre o investimento. Com ela você descobre se os resultados atingidos são positivos e favoráveis. 

Para calcular use a seguinte fórmula: 

ROI = Lucro de investimento – custo de investimento / custo do investimento

Taxa de Conversão

A taxa de conversão pode mostrar a performance de ações como e-mail marketing, landing pages e de mídias sociais. 

Para saber a taxa de conversão de um material para download, por exemplo, faça a seguinte conta: divida o total de downloads pelo número total de visitas.

Mesmo que as métricas não mostrem resultados positivos, não é preciso desistir da estratégia. Aproveite para fazer uma análise do que pode ser melhorado. Exemplo disso seria a adequação de formulários muitos extensos que dão preguiça de preencher. 

Você ainda pode contar com algumas ferramentas de publicidade que dão suporte para desenvolver a performance digital da sua marca.  Entre as principais podemos citar o Google Ads, Facebook ADS, Youtube ADS, Instagram ADS e Mídia Programática. 

Compre diretamente pela Amazon
Livro Marketing Digital Imobiliário. Disponível na Amazon.com.br

Você pode gostar

Relacionados