Marketing Digital

O que é SEO?

O que é SEO qual a importância para sua empresa?                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                              

Nos dias atuais, é praticamente impossível manter uma página online sem pensar em o que é SEO (Search Engine Optimization). Por mais que você seja dono de um blog pessoal, cuide de uma loja online ou mantenha o site oficial da sua empresa, é preciso considerar algumas técnicas para garantir um tráfego maior em sua página.

Para isso, é preciso entender como funcionam os mecanismos de busca e o que você pode fazer para que o Google julgue sua página relevante o suficiente para aparecer nas primeiras posições nas pesquisas. Aprender a analisar a eficácia dessas técnicas também garante que você está no caminho certo para uma página perfeitamente otimizada.

Que tal começar a entender essa prática e aprender como você pode aplicá-la para melhorar o seu negócio e a sua presença online?

O que é SEO?

SEO (ou Search Engine Optimization – traduzido para otimização para mecanismos de busca) é o nome dado ao conjunto de técnicas de otimização de sites, blogs e páginas online no geral para os mecanismos de buscas, tendo o Google como principal. Seu objetivo é alcançar as primeiras posições nessas ferramentas sem a necessidade de pagar por um anúncio.

Ao realizar uma busca no Google, existem dois tipos de resultados. As primeiras posições na página são os resultados pagos, sinalizados como “ads”. Para ocupar esse espaço, as empresas investem no anúncio por meio do Google Adwords. Porém, justamente por serem classificadas como anúncios, alguns usuários possuem a tendência de ignorar essas páginas, preferindo confiar naquelas que aparecem organicamente.

Esses são os outros resultados: os orgânicos. Esses, que ficam logo abaixo dos anúncios, são definidos pelos robôs do Google de acordo com a relevância e qualidade de um site. Existem vários mecanismos existentes para classificá-la e todos devem ser considerados ao definir as estratégias de marketing digital.

Como eu posso colocar a minha página nas primeiras posições do Google sem pagar?

Agora, vamos conhecer técnicas que podemos utilizar para melhorar o rankeamento de uma página sem a necessidade de pagar pelo anúncio. Existem dois tipos de fatores que ajudam nessa missão: os fatores on page, que são aqueles feitos diretamente na página, e os off page, que nem sempre dependem de você. Dentre os fatores on page, podemos destacar:

Qualidade e tamanho do conteúdo: O Google classifica os sites como baixa ou alta qualidade de acordo com a leitura do conteúdo. Essa leitura é feita pelos robôs, por isso o texto escrito é mais recomendado que o uso de imagens. Ao escrever, considere que a mensagem deve estar clara e sanar todas as dúvidas que o usuário tenha ao realizar a pesquisa. Quanto ao tamanho, o recomendável é que o texto tenha até 2.500 caracteres, pois considera-se que o usuário online precisa de uma mensagem curta. Mas, lembre-se: isso não é regra. O importante é que o conteúdo seja claro e conciso.

SEO Title (ou meta title): conhecido pelos dois nomes, o SEO title é o título do seu site que aparece nas buscas do Google. É um dos fatores mais importantes, tanto para o rankeamento, quanto para aumentar o CTR do site (click through rate: mostra que o seu meta está atrativo e que as pessoas desejam entrar no seu site apenas pelo título. É uma das principais métricas a serem consideradas). Os principais fatores para um bom SEO Title são:

– Ter, em média, 55 caracteres;

– Conter a palavra-chave à esquerda, pois é para onde se dirige o olho do usuário;

– Ser objetivo;

– Conter mês e ano, o que passa a ideia de conteúdo atualizado.

URLs amigáveis: a URL do seu site deve, se possível, conter a sua palavra-chave principal, ter hífens em vez de espaços, ser curta e facilmente interpretável e, de preferência, ser relacionada ao título do post.

Heading tags: as headings tags são fundamentais para identificar a prioridade do conteúdo no seu site e funcionam como intertítulos no texto. Elas são nomeadas de H1 a H6, sendo que os números representam a ordem de importância. Além de facilitar a leitura do conteúdo pelos usuários, otimiza também a leitura pelos crawlers do Google. Importante: sempre usar a palavra-chave no H1 e, se possível, em um H2.

Palavras-chaves: as palavras-chaves devem aparecer de forma natural no seu texto, sem serem forçadas ou aparecerem muitas vezes. Caso a palavra seja muito repetida o Google entende o conteúdo como spam. Use a palavra-chave principal em H1 e suas variações ao longo do texto.

Tempo de permanência na página: o tempo de permanência indica que o seu conteúdo está de acordo com os anseios do usuário e que ele interage em seu site. Quando ele apenas entra e sai logo da página, acontece o bounce rate. Um bounce rate alto indica piora no rankeamento.

Otimização de imagens para SEO: procurar sempre salvar as imagens com as palavras-chaves entre hífens e investir no alt text, que são os textos alternativos da imagem. Além de facilitar a leitura para os robôs do Google, isso permite que pessoas com deficiência visual possam interpretar a imagem por meio da leitura em voz.

Já entre os fatores off page (que, lembrando: são aqueles que não necessariamente dependem de você), podemos ressaltar:

Link building: o link building é a parte mais importante do SEO OFF page porque destaca o seu domínio como referência para o Google. Ele funciona como indicações, ou seja, todo site que linka para a sua página indica que o seu domínio conta com conteúdo de qualidade.

Localidade: o Google dá preferência aos resultados do mesmo local do usuário. Por isso, é importante deixar claro a localização da sua empresa ou comércio para aumentar a relevância da busca.

Social: o engajamento e menções nas redes sociais também são muito importantes para o Google entender a sua relevância e autoridade. Uma presença forte nessas mídias indica a satisfação de seus clientes!

O uso de palavras-chave

Agora que você já sabe o que é SEO e quer otimizar o seu site, é preciso definir a sua palavra-chave principal. Ela deve estar diretamente ligada ao seu negócio para facilitar a pesquisa no Google. Além da palavra-chave principal, o Keyword Planner do Google sugere palavras semelhantes que podem levar o usuário até a sua página. Por exemplo:

Palavra-chave principal: Marketing Digital

Palavras-chave secundárias: Marketing Digital, otimização de site, mecanismos de buscas, etc.

Inserir essas palavras no conteúdo do seu site de forma natural fortalece a identificação do conteúdo pelos bots e garante um rankeamento melhor no Google!

Como medir a eficácia das técnicas de SEO

Para analisar a otimização do seu site, existem algumas métricas fornecidas pelo Google que podem ajudar a identificar o que pode ser melhorado no seu conteúdo online. São elas:

SERPs: os SERPs são as Search Engine Ranking Positions, ou seja, a posição no ranking de mecanismos de busca. Quanto mais otimizado for o site, mais alto ele estará nas posições do Google. Uma boa dica é digitar a sua palavra-chave oficial na janela anônima do Google para verificar a posição.

CTR: o click through rate, como já foi mencionado, avalia a eficácia do seu meta title. Como é o primeiro contato que o usuário tem com a sua página, é importante que ele esteja adequado para atrair os possíveis clientes.

Tráfego: o tráfego do site indica o número efetivo de usuários que passaram pela sua página. É importante analisar o tráfego também de acordo com o tempo de permanência da página, pois essa relação indica o engajamento.

Bounce rate: como também já foi mencionado, o bounce rate indica que o conteúdo da sua página não está atrativo para os usuários. Esse número representa a quantidade de pessoas que entraram em sua página, mas não permaneceram por não encontrarem o que estavam buscando. Uma boa dica para diminuir o bounce rate é adicionar mais palavras-chave em seu conteúdo, sempre de forma natural.

Como você pode perceber, uma boa estratégia de SEO e marketing digital pode fazer toda a diferença ao atrair novos clientes para a sua página. E, no fim, você e o Google têm o mesmo objetivo: garantir que a experiência do usuário na sua página será agradável e ele se tornará um cliente fiel da sua marca. Por isso, investir nessas técnicas garante que você fortalecerá sua presença online e consolidará a sua marca no mercado, independente do nicho onde trabalha.

Você pode gostar

Relacionados